No Rio De Janeiro Aumentará Exigências De Passaporte De Vacina

Rio de JaneiroO prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes, disse, nesta terça-feira (30), que o município vai ampliar exigências de vacinação. Assim sendo, irá aumentar a lista de estabelecimentos que cobrarão comprovante de vacina. Cabe lembrar que a capital fluminense foi uma das primeiras do país a criar essa exigência.

O prefeito ainda disse qual foi a sua motivação para ter tomado tal decisão. No caso, é a ausência de um passaporte vacinal nacional, para a entrada no país. A ideia, disse à CNN Brasil, é dificultar a vinda do turista não vacinado. “É inaceitável que o Brasil não tenha exigido a comprovação de vacinação”, reclamou.

Paes também disse à CNN na manhã desta terça que deu “total respaldo” ao secretário da Saúde Daniel Soranz para implementação da medida. A recomendação para endurecer a cobrança do passaporte foi do Comitê Científico local. Desde que foi estabelecido, no início da pandemia, ele assessora decisões da prefeitura do Rio. Entre os setores que devem começar a pedir a comprovação de vacina, está o de hospedagem.

Assim, hotéis, hostels e pousadas, por exemplo, deverão de exigir comprovante de vacinação sob pena de serem multados. A medida ainda será regulamentada. Provavelmente, será regulada por decreto a ser publicado pela prefeitura carioca.

Veja Como Ter O Passaporte da Vacinação

Veja neste artigo como ter o seu Comprovante de Vacinação no Celular ou mesmo imprimir, veja aqui. Ou pelo Conecte SUS, vai precisa ter conta no Gov BR.

Pedidos da prefeitura

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) recomendou a adoção de exigência de vacina para entrar no Brasil. Desde o início de outubro, a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) já faz essa mesma recomendação. Mesmo assim, o Ministério da Saúde ainda não se posicionou a favor do passaporte da vacina.

Diante dessas recomendações de órgãos científicos, a prefeitura carioca, assim como a de São Paulo, já enviaram ofícios no sentido à pasta da saúde. Neles, pedem medidas restritivas aos turistas não vacinados no Brasil. Há uma preocupação na comunidade científica brasileira de que o país se torne destino preferencial de pessoas que se recusam a vacinar (antivacinas ou antivaxxers).

“Independentemente de ter Réveillon ou Carnaval, o Rio recebe muitos turistas, os hotéis estão cheios, a gente passar a exigir sim (comprovante de vacinação) para as pessoas saberem que aqui vai ser bem recebido turista que tiver sido vacinado”, declarou Paes.

Reveillon mantido

Contudo, o prefeito do Rio de Janeiro manterá a tradicional festa do reveillon da cidade. O evento, que reúne milhares de pessoas na praia de Copacabana, será mantido devido à situação epidemiológica da cidade. De acordo com a a Secretaria Municipal de Saúde, 76,8% da população carioca está imunizada com as duas doses.

Programas Sociais BR Programas Sociais BR Stories
Pesquise Artigos

Leia Estes ...

Mosquito da Dengue - Vacina Em 2024

Vacina Contra Dengue Deve Estar Pronta Em 2024

O Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica MDS (Merck Sharp and Dohme), está em …

Baixou Vacinou Goiânia Vacinação

Vacinação Em Goiânia Baixou Vacinou – Quem Vacina Hoje?

A Prefeitura de Goiânia disponibiliza um canal para Agendamento para vacinação em Goiânia pela plataforma …

Vacina Contra Gripe Influenza

Divulgado o Calendário De Vacinação Contra a Gripe 2023

A campanha para a vacinação 2023 contra a Gripe segue no Brasil. Agora, depois do …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *