Coqueluche: o Que é e Importância Da Vacinação

A coqueluche é uma infecção respiratória que é causada pela bactéria Bordetella pertussis. A doença já chegou a ter 40 mil casos ao ano no Brasil. Atualmente, com a ampliação da cobertura vacinal/dTpa-VIP e melhora nos serviços de saúde, o número de casos caiu. Por exemplo, em 2019, foram 1.523 casos. Já em 2020, foram somente 229 casos de coqueluche.

Ainda assim, a coqueluche é uma doença grave. Ela pode ser especialmente perigosa com crianças. Quedas na cobertura vacinal podem deixá-las vulneráveis. Por isso, a vacinação é fundamental.

O que é a coqueluche?

A coqueluche tem como principal característica a presença de crises de tosse seca. Além dela, há sintomas como febre baixa, corrimento nasal e mal-estar.

Outra característica é o fato de a coqueluche ser uma doença altamente transmissível. A contaminação acontece através do contato com a pessoa infectada. O contágio pode ocorrer pelas gotículas eliminadas pela pessoa ao tossir, falar ou espirrar.

A doença começa com sintomas leves, que começam em torno de 7 a 14 dias do contágio.

Prevenção e tratamento

A coqueluche pode acometer pessoas em qualquer idade. Porém, a população mais vulnerável à infecção são os bebês menores de 1 ano. Isso porque nessa faixa se concentra um número substantivo de crianças que ainda não receberam as vacinas.

Nesse grupo, a doença pode causar complicações como infecções de ouvido, pneumonia, além de desidratação e convulsões. Em situações mais drásticas, podem até levar à morte. Em pessoas adultas, a doença é quase sempre assintomática.

O tratamento passa por isolar as pessoas doentes, evitando o contágio. Além disso, há tratamento com antibióticos e também de medicações que tratem os sintomas, sobretudo a tosse.

De todo modo, a melhor forma de se combater a coqueluche é a vacinação. Quanto mais pessoas vacinadas contra essa doença, mais protegidos estão os grupos mais vulneráveis.

Vacinação

A vacina contra a coqueluche é dada em três doses, aos 2, aos 4 e aos 6 meses de idade. Depois delas, há uma dose de reforço aos 15 meses. Há um segundo reforço aos 4 anos. A vacina é a chamada Tríplice Bacteriana, pois protege contra três doenças, que são:

  • Difteria
  • Tétano
  • Coqueluche

A SBIm — Sociedade Brasileira de Imunizações — recomenda que mesmo as crianças que já tiveram a doença sejam vacinadas. Isso é importante porque a proteção adquirida pela infecção não é permanente. Outra recomendação importante é que, no caso de crianças nascidas prematuras, que pessoas que tenham contato com ela se vacinem.

Gestantes também devem receber a vacina a partir da 20ª semana de gestação. Porém, salvo o caso de gestantes e profissionais de saúde, a vacina contra a coqueluche poderá estar disponível para adultos pelo SUS.

Calendário Da Vacinação Da Coqueluche

As informações sobre a vacinação contra a coqueluche podem ser consultadas no Calendário de Vacinação.

Acompanhe Os Benefícios Sociais Para Você

Acompanhe Os Diversos Cursos Técnicos, Aqui Como Não Ser “Laranja” Proteja Seu CPF De Golpes e Fraudes, Veja Aqui Acompanhe Os Benefícios Sociais Para Você, Aqui

Programas Sociais BR
Pesquise Artigos

Leia Estes ...

Vacina

Vacina Contra Covid-19 Entra No Programa Nacional De Imunização

A vacina contra a covid-19 passa a fazer parte do PNI (Programa Nacional de Imunização), …

Vacina Contra Dengue Deve Estar Pronta Em 2024

O Instituto Butantan, em parceria com a farmacêutica MDS (Merck Sharp and Dohme), está em …

Baixou Vacinou Goiânia Vacinação

Vacinação Em Goiânia Baixou Vacinou – Quem Vacina Hoje?

A Prefeitura de Goiânia disponibiliza um canal para Agendamento para vacinação em Goiânia pela plataforma …