Litígio Zero É Prorrogado Até O Fim De 2023. Entenda

O Governo Federal prorrogou mais uma vez o prazo para empresas e pessoas físicas aderirem ao programa conhecido como Litígio Zero. Diante do quadro de grande endividamento de empresas e famílias nos últimos anos, o programa forma um quadro de ações governamentais para a redução de dívidas.

Mas como o programa funciona? Vale a pena aderir a ele? Aqui explicaremos em linhas gerais.

Programa de Redução de Litigiosidade Fiscal (PRLF)

O Programa de Redução de Litigiosidade Fiscal (PRLF) também, lançado pelo Governo Federal, também ficou conhecido como Litígio Zero. Ele foi criado ainda no início de 2023 para incentivar a regularização de dívidas tributárias. O programa oferece descontos em juros e multas para contribuintes que regularizem suas dívidas.

Inicialmente, o prazo para adesão ao Litígio Zero ia até 31 de julho de 2023. Agora, o governo anunciou que o prazo se estende até 28 de dezembro desse ano. Assim, mais pessoas e empresas poderão, com mais tempo, renegociar dívidas com descontos.

Para aderir ao programa, cada contribuinte, pessoa física ou jurídica, deve:

  • Ter dívidas com a União;
  • Estar em dia com suas obrigações tributárias;
  • Não ter sido condenado por crime contra a ordem tributária;
  • Não estar em processo de recuperação judicial ou extrajudicial.

Os descontos variam de acordo com o valor da dívida e a capacidade de pagamento de cada contribuinte. Assim, contribuintes com dívidas de até R$ 100.000,00 podem receber descontos de até 90% em juros e multas, por exemplo. Já quem tem dívidas acima de R$ 100.000,00 poderá receber descontos de até 75% em juros e multas.

Entre os tributos que poderão ser renegociados estão:

  • Imposto de Renda
  • CSLL (Contribuição Social Sobre o Lucro Líquido)
  • PIS
  • Cofins
  • IPI.

A iniciativa inclui cobranças com recurso pendente de decisão nas Delegacias de Julgamento (DRJ) ou no Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf).

Oportunidade de zerar dívidas tributárias

O programa Litígio Zero é uma oportunidade para os contribuintes regularizarem suas dívidas tributárias. Dessa maneira, podem evitar a cobrança judicial. O programa também é uma forma de o Governo Federal arrecadar recursos. O programa foi criado em janeiro a fim melhorar a arrecadação tributária.

Dessa maneira, o programa tem contribuído para a redução da litigiosidade fiscal e para a melhoria do ambiente de negócios no país.

Alguns dos benefícios do programa Litígio Zero:

  • Descontos em juros e multas;
  • Evitação da cobrança judicial;
  • Melhoria da situação financeira do contribuinte;
  • Melhoria do ambiente de negócios;
  • Aumento da arrecadação tributária.

Como aderir ao Litígio Zero?

As orientações sobre como aderir e quem pode aderir ao Litígio Zero constam no endereço eletrônico do programa, que é www.gov.br/pt-br/servicos/aderir-ao-acordo-de-transacao-tributaria-pelo-programa-litigio-zero-junto-a-receita-federal.

É preciso ter uma conta Gov.br. Uma vez aderido ao programa, basta acompanhar pelos canais do governo e seguir na negociação.

 

Programas Sociais BR Programas Sociais BR Stories
Pesquise Artigos

Leia Estes ...

CEA Equatorial/ Reprodução

Mutirão Da Equatorial Pará Oferece Serviços Em Belém

Na última semana do mês de agosto de 2023, haverá um mutirão de serviços da …

Fraude virtual

Alerta: Golpes Aplicados Envolvendo O Desenrola Brasil

A Febraban (Federação Brasileira de Bancos) divulgou alerta para golpes envolvendo o Programa Desenrola Brasil. …

Feirão Serasa Limpa Nome/ Créditos: Senado Federal

Aplicativo Do Serasa Traz A Opção Para O Desenrola Brasil

O Desenrola Brasil, programa que irá beneficiar pessoas endividadas, já é uma realidade. Já falamos …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *