Créditos: Portal Prefeitura de Belo Horizonte PBH

Vale Sacolão: Câmara Pode Aprovar Novo Benefício De R$250

Tramita na Câmara dos Deputados um novo Projeto de Lei (PL) que pode significar um novo auxílio voltado para a população carente. Trata-se do PL nº 1084/22. Ele tem o intuito de instituir um benefício chamado de vale-sacolão, no valor mensal de R$ 250,00.

Tal benefício deve destinado às famílias do Cadastro Único para Programas Sociais (CadÚnico). A ideia é que ele contemple famílias com renda de até um salário mínimo que hoje é de R$ 1.212,00. O benefício será destinado a compra de frutas e alimentos básicos em supermercados. Vários desses produtos têm sido muito afetados pela inflação crescente no quadro atual.

Advertisements

De acordo com a proposta, o Poder Executivo deverá reservar no Orçamento da União para o programa. Assim, será alocado o dinheiro necessário para ele, além de buscar parcerias com estabelecimentos comerciais. Dessa maneira, será possível custear eventuais descontos em tributos visando abater os gastos com o benefício.

Uma das justificativas do projeto é o quadro da economia em razão da pandemia da Covid-19. Juntamente com a política econômica do atual governo, a pandemia contribuiu para o aumento do número de brasileiros(as) sem acesso à comida e em extrema pobreza. Atualmente, a fome atinge cerca de 33 milhões de pessoas no Brasil. Houve um aumento de cerca de 14 milhões em relação ao ano de 2021.

Advertisements

Tramitação do PL na Câmara

O PL tramita em caráter conclusivo. Agora ele será analisado agora pelas comissões de Seguridade Social e Família. Depois passa pela comissão de Finanças e Tributação. Por fim, deve passar pela comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Os projetos sempre começam a tramitar na Câmara. A exceção a essa regra acontece com os projetos que são apresentados por senadores. Nesse caso, eles começam no Senado. O Senado funciona como Casa revisora para os projetos iniciados na Câmara e vice-versa.

Advertisements

Se o projeto da Câmara for alterado no Senado, volta para a Câmara. O contrário também pode acontecer. A Casa onde o projeto se iniciou dá a palavra final sobre seu conteúdo. Nesse caso, pode aceitar ou não as alterações feitas na outra Casa.

Existem as comissões que analisam o mérito dos projetos. Duas delas podem analisar mérito e/ou admissibilidade, que são as comissões de Finanças e tributação (análise de adequação financeira e orçamentária) e de Constituição e Justiça (análise de constitucionalidade).

O PL pode passar a tramitar em regime de urgência. Isso ocorre se o Plenário aprovar requerimento para isso.

Advertisements
Programas Sociais BR

Leia Estes ...

Cursos Disponíveis Senai

Senai-PB Abre Inscrições Para 10 Cursos 100% Gratuitos

O Senai da Paraíba (Senai-PB) está com inscrições abertas para cursos gratuitos. Serão capacitações nas …

AEPW/ Créditos: reprodução

AEPW vai criar 60 centros de reciclagem no Brasil

A Alliance To End Plastic Waste (AEPW) acaba de anunciar o seu primeiro projeto no …

Auxílio Brasil tem fila de 2,78 milhões de famílias

Um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) aponta um dado preocupante sobre o …