A Pobreza Aumentou No Brasil

Mais De 47 Milhões Vivem Na Pobreza No Brasil

A Pobreza Aumentou No BrasilAproximadamente 11 milhões de pessoas tiveram uma piora na sua situação social em 2021. No caso, desceram na pirâmide social, atingindo índices que as colocam na faixa de pobreza. Dessa maneira, o número de brasileiros(as) que vivem na pobreza chegou a impressionantes 47, 3 milhões. Isso equivalente a 22,3% da população brasileira.

Os dados são referentes a um levantamento feito pelo Instituto Mobilidade e Desenvolvimento Social (IMDS). Ele foi feito a partir da renda das famílias. Os dados do estudo mostram que o percentual é o maior em dez anos. Mais que isso, aponta que houve uma piora generalizada em todo o país.

Advertisements

Os dados foram apresentados neste sábado (25/06) em reportagem do portal da Folha de São Paulo. Eles também revelam que 6,3 milhões de pessoas chegaram no patamar de extrema pobreza em 2021. Isso fez com que o ano fechasse com mais 20 milhões de pessoas nessa condição social.

Segundo a pesquisa, houve avanço generalizado da pobreza em todo o país e nos mais diversos segmentos. Porém, a faixa etária de zero a 17 anos é a mais afetada. Assim sendo, o estudo mostra mais um triste dado: há cerca de 19 milhões de crianças e adolescentes – ou 35,6% dessa faixa etária – na chamada pobreza infantil.

Advertisements

Pessoas negras e estados mais pobres são os mais afetados

Ainda que a pobreza tenha avançado em todo o país e nos mais diversos segmentos, a parcela da população que mais sofreu é negra. Assim, pessoas com essa identificação racial representam 73% do total de pessoas que chegou na situação de pobreza.

Além disso, há regiões e estados que foram mais afetados que outros. Isso significa que houve avanços da pobreza e da extrema pobreza em regiões e estados mais pobres. Isso ajudou a ampliar as já grandes desigualdades nacionais. Assim sendo, só na região Nordeste, 5,5 milhões caíram na pobreza em 2021. Isso elevou o número de pobres nessa região do Brasil para 22,8 milhões de pessoas. Isso representa um número impressionante: são quase 40% da população nesta região que vive em situação de pobreza.

Advertisements

Políticas insuficientes

Outra constatação é a de que também faltam políticas públicas para combate da pobreza e extrema pobreza. Apesar de benefícios como o Auxílio Brasil, as políticas atuais não acompanham o crescimento da pobreza. A inflação, por exemplo, é muito mais impactante para a população mais pobre. Além disso, políticas como o desmonte dos estoques regulatórios de grãos sob o governo Temer, por exemplo, elevaram o custo dos alimentos.

Cabe lembrar que em 2014, durante o governo Dilma Rousseff (2011-16), o Brasil saiu do mapa da fome.

 

Advertisements
Programas Sociais BR

Leia Estes ...

Cursos Disponíveis Senai

Senai-PB Abre Inscrições Para 10 Cursos 100% Gratuitos

O Senai da Paraíba (Senai-PB) está com inscrições abertas para cursos gratuitos. Serão capacitações nas …

AEPW/ Créditos: reprodução

AEPW vai criar 60 centros de reciclagem no Brasil

A Alliance To End Plastic Waste (AEPW) acaba de anunciar o seu primeiro projeto no …

Auxílio Brasil tem fila de 2,78 milhões de famílias

Um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) aponta um dado preocupante sobre o …