Governo Relança Programa Mais Médicos. Saiba Mais

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e a ministra da Saúde, Nísia Trindade, anunciam nesta segunda-feira (20/03) a retomada do programa Mais Médicos. Ele havia sido criado em 2013, com objetivo de ampliar o número de profissionais de saúde em algumas áreas do Brasil. A ideia era atender sobretudo áreas de baixo desenvolvimento econômico e no interior do país.

Apesar do anúncio, o governo não deu todos os detalhes sobre o novo desenho do programa. Um aspecto do programa, porém, foi dito no último sábado (18/03), pelo ministro da Secretaria de Comunicação Social, Paulo Pimenta. Na ocasião, ele disse que essa nova versão deve priorizar a contratação de médicos brasileiros.

O Mais Médicos está de volta! Na próxima segunda ocorre o lançamento do programa, que além de ampliar o número de profissionais na saúde, vai trabalhar para melhorar o SUS com investimentos para construção e reformas de Unidades Básicas, ampliando o atendimento no Brasil“, publicou Pimenta em uma rede social.

Programa nunca foi formalmente encerrado

O Mais Médicos nunca foi formalmente encerrado. Porém, o programa foi esvaziado durante os governos Temer e, sobretudo, Bolsonaro. De acordo com o governo Lula, o projeto atual visa dar um novo impulso para o Mais Médicos. Ainda nesta segunda-feira (20/03), o governo deve anunciar os seguintes detalhes:

  • número de contratações previstas;
  • perfil dos profissionais a serem contratados (incluindo as especialidades e o tipo de formação);
  • modelo de remuneração de profissionais;
  • eventual definição de áreas prioritárias para o envio dos profissionais;
  • orçamento do novo programa;
  • necessidade de revalidação do diploma para profissionais formados no exterior.

Anúncio em janeiro desse ano

Em janeiro, diante da crise de saúde dos Yanomami, o governo federal chegou a dizer que estudava a retomada do programa. A ideia anunciada era a de acelerar um edital do Mais Médicos. Assim, seria possível recrutar profissionais para os distritos sanitários indígenas, atuando diante de um quadro de emergência.

O médico sanitarista e atual secretário de Atenção Primária do Ministério da Saúde, Nésio Fernandes, defendeu a contratação de profissionais de outros países. A fala ocorreu em entrevista ao g1.

Contudo, segundo Fernandes, as vagas serão oferecidas primeiro aos profissionais brasileiros(as). Ainda assim, os postos não preenchidos deverão ser ofertados a profissionais de outros países.

De acordo com o secretário, cerca de 300 municípios brasileiros não possuem médicos em unidades de saúde da família há mais de um ano. Além disso, quase 800 cidades não conseguem manter os médicos trabalhando.

Programas Sociais BR Programas Sociais BR Stories
Pesquise Artigos

Leia Estes ...

Bolsa Atleta Potiguar RN

Bolsa Atleta Potiguar Abre Inscrições No Rio Grande Do Norte

O programa Bolsa Atleta Potiguar passou a receber inscrições em sua primeira edição, em 2024. …

SESI SP Inscrições Abertas

SESI-SP Oferece Curso Gratuito De Programação e Robótica

Crianças e adolescentes com idades entre 8 e 15 anos podem se inscrever em cursos …

Curso De Eletricista Na Equatorial Energia MA PI PA GO RS

Equatorial Abre Inscrições Para Escola De Eletricistas 2024

O Grupo Equatorial Energia abriu inscrições para a edição 2024 do Programa Escola de Eletricistas …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *