Fake News: Tebet Não Anunciou Corte No Bolsa Família

Em redes sociais e grupos bolsonaristas circula a informação de que o Bolsa Família seria totalmente cortado por dois meses. Nessas postagens, atribui-se tal declaração à ministra do planejamento e orçamento Simone Tebet (MDB). A fonte usada de tal declaração é uma entrevista dada pela ex-senadora do Mato Grosso do Sul para o jornal Estado de São Paulo.

Contudo, isso nada mais é que uma notícia falsa. Uma dentre as famosas fake news. Mas como toda desinformação que consegue alguma disseminação no seu público alvo, essa parte de uma informação real. No caso, as postagens que atribuem tal declaração à ministra Simone Tebet distorcem uma fala da mesma em uma entrevista ao mesmo Estadão.

Na entrevista ao Estadão, a Tebet chamou atenção à necessidade de revisão dos cadastros das famílias unipessoais. Nesse sentido, a ministra ressaltou na entrevista que pessoas cujos cadastros sejam irregulares terão o benefício bloqueado.

Os lobos solitários estão espalhados", afirma Simone Tebet
Simone Tebet, ministra do Orçamento e Planejamento / Créditos: Correio Braziliense

Com efeito, o bloqueio de benefícios irregulares é uma medida que já havia sido tornada pública pelo governo. Por exemplo, já explicamos aqui que a pasta do Desenvolvimento Social fará uma “busca ativa” por cadastros no CadÚnico. Assim, serão identificadas possíveis irregularidades no recebimento de benefícios federais.

E foi justamente sobre isso que a ministra falou no Estadão. Essa fake news, que no caso é uma distorção de uma fala real, foi desmentida na seção Estadão Verifica, do jornal paulista.

Afinal, o que disse a ministra Simone Tebet?

A entrevista que gerou as postagens com fake news nas redes bolsonaristas foi publicada pelo Estadão no dia 16 de janeiro. Nela, a ministra defendia o remodelamento do CadÚnico. Segundo Tebet, o grupo de transição do governo diagnosticou irregularidades na concessão de benefícios.

Com efeito, Tebet frisou que as irregularidades seriam visíveis principalmente pelo crescimento de famílias unipessoais atendidas. A ministra informou que haverá um cancelamento significativo no número de atendimentos deste segmento.

Simone Tebet: quem é a nova ministra do Planejamento e ex-adversária de  Lula na eleição
Simone Tebet no Roda Viva, em 2022/ Créditos: reprodução

Em trecho da fala, Tebet afirma terem sido adiados por 60 dias os bloqueios destes casos irregulares. É justamente esse trecho que é distorcido por bolsonaristas.

De acordo com a ministra, a suspensão do pagamento dessas pessoas passarão a ser feitos a partir de fevereiro ou março. A ministra explicou que quem se sentir prejudicado poderá solicitar averiguação. Assim, poderá saber se está conforme os critérios do Bolsa Família ou não.

Sem previsão de cortes

Além de distorcerem a fala da ministra, a desinformação veiculada nas redes bolsonaristas é desmentida pelo próprio Governo Federal. Ao Estadão Verifica, o Ministério do Planejamento e Orçamento disse que “não há qualquer previsão de bloqueio total do Programa Bolsa Família.”

Programas Sociais BR Programas Sociais BR Stories
Pesquise Artigos

Leia Estes ...

Calendário Bolsa Família de 2024

Veja O Calendário Do Bolsa Família 2024 Para Saber Os Pagamentos

Confira o Calendário 2024 e fique por dentro dos pagamentos do Programa Bolsa Família, caso você …

Disque Social 121 Governo Federal

Disque Social 121 Como Funciona Novo Atendimento a Programas Sociais

O MDS (Ministério do Desenvolvimento e Assistência Social, Família e Combate à Fome) lançou o …

App Auxílio Brasil Oficial

Dados Vazados Do Auxílio Brasil Dão Direito A Indenização

Devido ao vazamento de dados de quase 4 milhões de famílias que recebiam o Auxílio …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *