Conheça o Programa Brasil Mais Do Ministério Da Economia

Conheça o Programa Brasil Mais Do Ministério Da EconomiaA Secretaria Especial de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia anunciou novo programa no fim de junho. No caso, nesta semana, a pasta divulgou duas modalidades do Programa Brasil Mais. As novidades tem a premissa de melhorar a competitividade das empresas brasileiras. Essa no caso, é a premissa geral do programa. No caso, as novas modalidades visam dar suporte e incentivar a digitalização dos pequenos negócios do país.

Esse trabalho é realizado por profissionais chamados ALI – Agentes Locais de Inovação. Os ALIs são especialistas que chegam até as empresas beneficiadas pelo programa. São tais profissionais que vão prover as orientações sob medida para cada empresa. Além disso, proporcionam o acompanhamento contínuo para apoio na implantação das melhores práticas sustentáveis e tecnológicas de mercado.

Advertisements

De acordo com informações do site do programa, desde 2020 mais de 90 mil empresas já foram atendidas. Ainda segundo o site, os ganhos de produtividade nas empresas variam na ordem de 24% a 42%. Esses números, concluem, levam em consideração os atendimentos no Sebreae.

Movas modalidades no Programa Brasil Mais

A primeira novidade foi chamada de Transformação Digital. Essa modalidade consiste na adoção de ferramentas plug and play de baixo custo por pequenos negócios. No caso, elas servem para resolver problemas previamente diagnosticados decorrentes da falta de digitalização.

Advertisements

Essa ferramenta faz com que o computador reconheça e configure automaticamente qualquer dispositivo que seja instalado. Assim sendo, essa modalidade possibilita a expansão segura dos computadores. Isso porque ela substitui a configuração manual. Esse processo terá acompanhamento técnico do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae).

Já a segunda nova modalidade é destinada às indústrias de micro, pequeno e médio porte. Ela é chamada de Smart Factory. Tal modalidade consiste na seleção de projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação em tecnologias 4.0. A seleção é feita pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai).

Advertisements

Esses projetos serão aplicados em ambiente real. A ideia é usá-los visando melhorar processos industriais, procurando um aumento de produtividade. Ela atende empresas de micro, pequeno e médio porte. A previsão é que o Smart Factory esteja disponível a partir de agosto.

Como se inscrever?

Primeiramente, é preciso fazer um cadastro. Ele está disponível no site www.brasilmais.economia.gov.br/.

Depois, aparecem duas opções de atendimento à empresa. São elas:

  • Atendimento do Sebrae: um(a) ALI acompanha a empresa durante 4 meses, sendo esse processo totalmente gratuito;
  • Atendimento do Senai: um(a) consultor(a) acompanha a empresa por aproximadamente 3 meses. O público alvo desse serviço são indústrias de até 499 funcionários. O custo inicial é de R$ 2.400, com retorno do valor em até 2 meses.
Advertisements
Programas Sociais BR

Leia Estes ...

Cursos Disponíveis Senai

Senai-PB Abre Inscrições Para 10 Cursos 100% Gratuitos

O Senai da Paraíba (Senai-PB) está com inscrições abertas para cursos gratuitos. Serão capacitações nas …

AEPW/ Créditos: reprodução

AEPW vai criar 60 centros de reciclagem no Brasil

A Alliance To End Plastic Waste (AEPW) acaba de anunciar o seu primeiro projeto no …

Auxílio Brasil tem fila de 2,78 milhões de famílias

Um levantamento feito pela Confederação Nacional dos Municípios (CNM) aponta um dado preocupante sobre o …