Certificado De Reciclagem Pode Elevar Renda De Catadores

Certificado De Reciclagem Recicla+O Programa de Certificado de Crédito de Reciclagem, o Recicla+, foi lançado pelo Governo Federal na última quarta-feira (13/04). De acordo com o governo federal, a iniciativa tem potencial para elevar a renda dos catadores de materiais recicláveis em pelo menos 25%.

A média salarial desses trabalhadores e trabalhadoras é de R$ 930,00, ou seja, bem menor que um salário mínimo. O objetivo é de que o crédito de reciclagem beneficie mais de 800 mil catadores, 70%  desse total formado por mulheres, além de 1.100 cooperativas.

Advertisements

Os detalhes foram dados pelo Ministério da Economia.

Com o Recicla+, os agentes de reciclagem, incluindo cooperativas de catadores(as), além de municípios, consórcios públicos, empresas e microempreendedores individuais (MEI) vão se cadastrar no Ministério do Meio Ambiente (MMA). Lá, irão registrar notas fiscais da venda dos resíduos sólidos que recolherem.

Advertisements

O MMA vai certificar-se da autenticidade das notas. Depois disso, irá emitir certificados de crédito de reciclagem para esses agentes. Empresas vão poder comprar esses créditos das cooperativas e catadores. Cada tonelada de material reciclável comercializado equivale a um Certificado de Crédito de Reciclagem.

Mudanças nas regras de recolhimento

Um decreto presidencial de 2017 obriga fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes a implementarem um sistema próprio de recolhimento das embalagens recicláveis. São 242,2 mil empresas que possuem obrigação legal nesse sentido.

Advertisements

No formato atual, a estimativa do custo para o recolhimento dos materiais fica entre 9% e 15% do faturamento da empresa. O custo de retorno de 1 tonelada de embalagens pode chegar a aproximadamente R$ 1.800.

Com o Recicla+, quem fará esse recolhimento serão os catadores. No caso, as empresas farão ressarcimento por meio da compra do crédito de reciclagem. Com isso, o custo por tonelada deve chegar a R$ 350. Nesse caso, o repasse aos catadores e catadoras será proporcional a uma economia das empresas obrigadas a fazer reciclagem.

A aquisição do crédito não é obrigatória para as empresas. Contudo, ela representa uma solução para empresas que não dispõem de sistemas próprios de logística reversa.

Estimativas

De acordo com o Ministério da Economia, o Brasil produz cerca de 67 milhões de toneladas de resíduos sólidos por ano. Desse total, somente entre 3 e 5% é reciclado, um número extremamente baixo. O desperdício de materiais não reciclados pode chegar ao custo de R$ 14 bilhões por ano.

O potencial de reciclagem de alumínio pode chegar a 97% e do plástico a 22%. Isso representa ao menos 20% de tudo o que é produzido pela indústria retorna para os fabricantes. Assim, ainda há um caminho enorme para que o Brasil se desenvolva no sentido de uma política de reciclagem de resíduos.

Mais informações, aqui.

Advertisements
Programas Sociais BR

Leia Estes ...

Goiás Abre Inscrições Para Aluguel Social Em Mais Cidades

O programa Pra Ter Onde Morar, programa de Aluguel Social do estado de Goiás, está …

Bolsa Do Povo: Conheça Alguns Benefícios Do Programa

O Bolsa do Povo é um programa criado pelo Governo de São Paulo no ano …

Serviços Prefeitura BH PBH

Emprega BH Abre Inscrições Para Capacitação e Vagas De Emprego

As inscrições para os cursos do programa Emprega BH no Transporte e outras opções importantes …