Guedes Defende Volta De CPMF E Cobrança No Pix? Entenda

Circula na internet a informação de que Paulo Guedes, ministro da economia de Jair Bolsonaro, irá retomar cobrança da CPMF. Além disso, estaria nos planos do ministro uma taxação no Pix. Essa modalidade, foi criada pelo Banco Central em 2020.  Hoje, é o maior mecanismo de pagamento para pequenos negócios.

Mas isso seria verdade? Bom, a informação é um tanto imprecisa, mas tem seu fundo de verdade. Ela surgiu depois de uma matéria da Folha de S. Paulo. Ela falava de uma videoconferência realizada pelo ministro, promovida pelo Banco Bradesco.

A imprecisão é que essa matéria é de 2020.  Ou seja, se trata de uma informação, no mínimo, desatualizada.

Assunto voltou nos últimos dias

A questão é que o assunto voltou à tona depois de outra fala mais recente de Guedes. No caso, a fala feita às vésperas do 2º turno das eleições de 2022 do ministro a empresários, no Rio de Janeiro. Nela, Guedes fala da intenção de desvincular o reajuste do salário mínimo da inflação.

O economista Eduardo Moreira divulgou em seu canal, no Instituto Conhecimento Liberta (ICL), que esse plano estaria vinculado à intenção de Paulo Guedes de realizar um antigo sonho. No caso, aplicar no Brasil a capitalização do regime de previdência.

Dias depois, após vazamento de um documento do Ministério da Economia, publicado pelo Estadão, o assunto voltou à tona. No caso, a fim de contornar o rombo causado pela PEC Eleitoral, Guedes planejaria, além da desvinculação do mínimo, a volta da CPMF e a criação de impostos por transações digitais – o que poderia incluir o Pix.

Evento neste ano

Em evento realizado em maio desse ano, por exemplo, Guedes insistiu que defendia a criação de um novo imposto para transações digitais. Durante o evento “Perspectivas Econômicas do Brasil”, promovido pela Arko Advice, em maio, defendeu taxação de compras virtuais e outras transações.

Nesse caso, o novo imposto afetaria, por exemplo, compras virtuais por aplicativos, como o Shoppee. Mas vai além.  Segundo disse no evento, o Ministério vinha trabalhando para criar um imposto para os pagamentos com bitcoin. No evento, em tom de piada, chamou o imposto de DigiTAX.

Em matéria da Veja do último dia 25, na Veja, fala-se que a equipe econômica de Paulo Guedes estuda aplicar alguns planos. No caso, vários que ficaram escanteados durante os quase quatro anos do governo Bolsonaro (PL). A matéria pode ser lida aqui.

Dentre as medidas, estariam uma nova versão da CPMF. Porém, não fala nada a respeito do Pix, ao contrário do que circula na internet.

De toda forma, há imprecisões nessas informações e devemos ficar atentos, de maneira a não cair em fake news.

Programas Sociais BR Programas Sociais BR Stories
Pesquise Artigos

Leia Estes ...

Prefeitura De Campo Grande

Campo Grande Dá Curso Gratuito De Educação Financeira Para Empresas

Em Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, está sendo oferecido um curso de …

Enchente No Rio Grande Do Sul Liberado O FGTS

Como Ajudar As Vítimas Das Enchentes Do Rio Grande Do Sul?

Como ajudar as vítimas das chuvas do Rio Grande do Sul? Depois das chuvas ocorridas …

Enchente No Rio Grande Do Sul Liberado O FGTS

Governo Do RS Recria Auxílio Para Vítimas Das Chuvas

O governo do estado do Rio Grande do Sul detalhou, o Programa Volta Por Cima …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *