Campinas Abre Cadastro Para Interessados No Banco De Rações

Iniciativa da Prefeitura

Campinas acaba de anunciar que abre cadastro para importante programa social de proteção de animais. Isso porque o CMPDA (Conselho Municipal de Proteção e Defesa dos Animais de Campinas) abriu nesta terça-feira (16) cadastro do programa Banco de Ração.

Podem se cadastrar famílias em condição de vulnerabilidade social que possuem animais de estimação. Além delas, o programa também beneficia ONGs e protetores independentes.

Foto: O programa tem por objetivo promover a saúde dos animais e diminuir o abandono | Crédito: Eduardo Lopes
Foto: O programa tem por objetivo promover a saúde dos animais e diminuir o abandono | Crédito: Eduardo Lopes/ Prefeitura de Campinas.

Como se cadastrar?

O CMPDA é o responsável pela triagem dos interessados e interessadas elegíveis. Para isso, disponibilizou o formulário no link www.forms.gle/SUhCQK5NdtGTGKhK9 para cadastro prévio. No caso de protetores e protetoras independentes e de ONGs, será preciso fazer cadastro no CMPDA antes de se inscrever.

O CMPDA também disponibiliza endereço para cadastro dos protetores e protetoras independentes, e também para ONGs. Protetoras e protetoras podem se cadastrar no endereço www.forms.gle/s3H5QedG3cZ7LNpX7 . Já no caso das ONGs, o cadastro pode ser feito no www.forms.gle/xGrCcieeid78joFt5 .

O Banco de Ração e Utensílios para Animais vai recolher doações de forma permanente. Assim, irá distribuir rações e equipamentos para cães e gatos. O banco tem como objetivo promover a saúde dos animais e diminuir o abandono. Auxilia, para tanto, pessoas em vulnerabilidade ou organizações para que possam cuidar de seus animais domésticos ou ajudar animais em situação de abandono.

Prioridades e requisitos

A prioridade do projeto é atender pessoas em situação de vulnerabilidade social, e inscritas em programas sociais, como os abrangidos pelo CadÚnico. Depois dessas pessoas, receberão atendimento do programa protetores e protetoras independentes, e em seguidas as ONGs.

Como forma de controle do destino das doações, há uma exigência para participar do programa. O DPBEA (Departamento de Proteção e Bem-estar Animal), que gere o Banco de Rações, exige que os animais sejam microchipados.

Para isso fazer isso, basta levar o animal de estimação a uma das Clínicas Veterinárias Móveis. Lá ele deve ser consultado, vacinado e michochipado gratuitamente.

A lei prevê que os produtos sejam captados junto a doadores, pessoas físicas e jurídicas. De acordo com a Prefeitura de Campinas, há parcerias que estão sendo formalizadas. O DPBEA abrirá licitação para compra de R$ 450 mil em ração.

Pelo Brasil, existem várias iniciativas do poder público voltadas à saúde animal. Há desde clínicas veterinárias gratuitas até iniciativas como castração, consultas ou mecanismos de registro. Neste site, falamos de várias delas.

Programas Sociais BR
Pesquise Artigos

Leia Estes ...

Como Solicitar Castração Gratuita De Animais Em São Paulo

O município de São Paulo oferece um serviço serviço de castração de animais desde 2001. …

São Paulo Aprova Programa Habitacional Para Policiais

No último dia 27/06, a Alesp — Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo aprovou …

Instituto Cacau Show

Veja As Oportunidades Sociais Do Instituto Cacau Show

Conheça as diversas oportunidades sociais que o Instituto Cacau Show proporciona aos interessados durante o …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *